EDUCAÇÃO

Escolas municipais iniciam segunda etapa do retorno gradativo às aulas presenciais

A Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), deu início nesta quinta-feira, 1, à segunda etapa do retorno gradativo seguro das aulas para 33% dos alunos do 4º e 5º ano e da 1ª e 2ª totalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Os demais 66% dos alunos continuam com aulas remotas com o aporte de kits pedagógicos impressos e teleaulas do programa “Educa Belém”, transmitido pela RedeTV, canal 47. 
O retorno gradativo às aulas presenciais atende às determinações do Decreto Municipal 97.177/2020, de 1 de setembro de 2020, e segue os protocolos sanitários específicos determinados pelo Comitê de Segurança Municipal.
Em cada etapa a Semec faz o monitoramento do retorno em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma). Entre as medidas de prevenção nas 203 unidades de ensino estão a desinfecção das unidades com pulverizações, colocação de tapete com hipoclorito para higienização dos sapatos na entrada e saída dos alunos, controle de temperatura corporal com termômetro de testa infravermelho e instalação de dispensadores de álcool em gel e pias na entrada das escolas, com água e sabão para higienização das mãos.
De acordo com Ana Paula Carneiro, diretora de educação da Semec, o retorno está ocorrendo de forma tranquila. “Já se passaram 15 dias do início do retorno e está sendo tranquilo. As famílias, alunos e professores foram orientados sobre os procedimentos. Os alunos receberam mochila, kits escolares e máscaras e os professores receberam máscaras e faces shields. A conscientização vai acontecer o tempo todo para todos que frequentam a escola”, afirma.
Na Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental Edson Luís, localizada no bairro do Guamá, pais e alunos estavam se sentindo seguros com o retorno. A dona de casa Cleone Souza, de 31 anos, é mãe da Jamile Souza Lima, 11 anos, do 5º ano. Ela conta que a comunicação entre a escola e família a fez se sentir segura: “Tivemos três reuniões e a escola explicou tudo. Assim me senti segura. Acompanho sempre a minha filha. Fizemos as atividades em casa e assistimos as teleaulas, mas é sempre bom o presencial. Minha filha estava ansiosa e feliz pelo retorno”.
Alguns responsáveis, por motivos específicos, optaram em continuar com as aulas remotas. É o caso da doméstica Alcione Franco, de 43 anos, mãe de Ana Claudia dos Santos, do 4º ano. Ela preferiu manter a filha com as atividades em casa porque a criança tem asma. “No momento ainda não acho adequado trazer minha filha, mesmo vendo todos os cuidados que a escola está tendo. Como ela tem asma e está com baixa resistência, prefiro que fique em casa. Estudar em casa é difícil, porque preciso conciliar com o trabalho, mas estou ajudando nas atividades”, conta Alcione, que aproveitou uma folga do trabalho para pegar a mochila, máscara e atividades da filha na escola.
Etapas - A terceira etapa de retorno gradual às aulas presenciais está marcada para ocorrer no dia 19, com a recepção nas escolas de 33% dos alunos do 6º e 7º ano e da 3ª totalidade EJA. A quarta etapa está programada para o dia 3 de novembro, com o retorno de 33% dos alunos do 1º ao 3º ano e do pré-escolar da Educação Infantil. Já a quinta etapa, está programada somente para o dia 15 de janeiro de 2021, e contará com o retorno de 33% dos alunos das turmas de berçário e maternal.
A cada etapa os responsáveis pelos alunos recebem as orientações sobre a nova rotina escolar. A Semec distribui mochilas, calendário de aulas, máscaras, carteirinha para os alunos e o Manual de Prevenção.

Tags

Coronavírus semec

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder