CÍRIO 2020

Em um Círio de Nazaré diferente, imprensa paraense fez cobertura fiel e total

Este ano de 2020, em meio à pandemia do novo coronavírus, o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, em Belém, no domingo, 11, foi diferente do que se acostumou a ver nos últimos tempos.

Sem a presença da imagem "oficial" de Nossa Senhora de Nazaré nas ruas da capital paraense, visto que as procissões foram suspensas pela Arquidiocese de Belém e a Diretoria da Festa de Nazaré, por causa da Covid-19, o que se viu foi a necessidade da imprensa se reinventar para fazer a cobertura dos eventos cirianos. 

Mostras de que os paraenses não deixariam de ir às vias de Belém celebrar a Padroeira começaram a ser vistas na noite de sábado, 10, quando seria realizada a Trasladação, e muitas pessoas foram às ruas em cortejos particulares, carregando a imagem da Santa, da capela do colégio Gentil Bittencourt até a Catedral de Belém. 

No domingo do Círio, os grupos de fiéis aumentaram consideravelmente e as ruas de Belém, entre os bairros da Cidade Velha e Nazaré, ficaram lotadas de devotos da "Rainha da Amazônia". E foi assim que a imprensa paraense registrou esses momentos tão peculiares em que o Círio foi feito pelos fiéis, de uma forma simples, mas com muita fé.

Veja quem esteve na cobertura, no sábado, 10, na descida da Imagem Original do Glória, na Basílica de Nazaré, e na Trasladação, e no domingo, 11, dia do Círio. 

Tags

jornalismo Jornalistas Paraenses em Ação

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder