SAÚDE

Oncológico Infantil comemora seu aniversário com mais de 1,4 milhão de atendimento em 5 anos

No período mais crítico enfrentado pela pandemia da Covid-19, o hospital “não deixou de receber novos casos de crianças com câncer”, diferentemente do que aconteceu em outras regiões do Brasil

Em clima descontraído, com música, ações de voluntários e direito a bolo de aniversário, aconteceu, na manhã desta terça-feira, 13/10, a comemoração do aniversário de 5 anos do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, unidade do Governo do Estado, gerenciada pela Pró-Saúde. Crianças e adolescentes, na companhia de seus responsáveis, participaram do evento.

Na abertura, a diretora Hospitalar, Alba Muniz, fez um agradecimento a todos os envolvidos no funcionamento da instituição. “Aos profissionais que acreditam, que se dedicam, que se entregam; aos pais, que confiam; aos voluntários que, nos momentos mais difíceis, tiveram de se reinventar para continuar fazendo o bem ao atuar na vida das crianças atendidas, conseguindo realizar inúmeras ações, à Pró-Saúde e ao Governo do Estado, os meus agradecimentos. Que possamos conseguir fazer cada vez mais por nossos pacientes e que levemos adiante, de maneira firme, o nosso compromisso que foi abraçado há cinco anos”, introduziu.

A diretora da instituição fez questão de pontuar que o hospital, mesmo no período mais crítico enfrentado pela pandemia da Covid-19, “não deixou de receber nenhum caso novo de criança com câncer, diferentemente do que aconteceu em outras regiões do Brasil”. Ela lembrou ainda do cuidado rigoroso dispensado às crianças internadas e a todo o time de colaboradores do hospital, o que garantiu a inexistência de grandes problemas com a pandemia.

Após a realização da abertura e bênção, houve a chegada de três integrantes da Banda Vingadores do Brega, que deixou o público infantojuvenil e colaboradores do hospital curioso para saber se iam fazer show no hospital. A presença deles teve um objetivo diferente de musicalidade: deixar uma mensagem de felicitações e interagir com as crianças que fazem acompanhamento clínico, ou seja, as que não estão internadas. Na Brinquedoteca, onde foi cantado os parabéns ao hospital, os artistas não resistiram e deram uma “palhinha”, divulgando o sucesso de início de carreira, o hit mais atual do show e ainda o tradicional e característico ritmo paraense: o carimbó.  Eles “puxaram” os parabéns com o público presente formado por diretores e colaboradores do Oncológico Infantil.

Desde a sua inauguração, em outubro de 2015, adotou-se o modelo de gestão privada, capitaneada pela Pró-Saúde, entidade filantrópica que faz a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar em setores público e privado. Ao longo da construção de sua trajetória, o hospital obteve importantes passos que são motivos especiais para o time de profissionais que formam a instituição e trabalham para a oferta de um serviço para um público altamente vulnerável.

Um desses passos é ter conquistado, em outubro de 2019, o selo de Acreditado com Excelência - ONA 3, certificação concedida pela Organização Nacional de Acreditação – ONA, entidade não governamental e sem fins lucrativos que atesta o alto padrão de qualidade de serviços e segurança assistencial, com foco na segurança do paciente.

A diretora da Unidade destaca que “o trabalho da gestão inteligente implementado pela Pró-Saúde significa desenvolver um trabalho em ofertar um atendimento diferenciado, pautado nos princípios da Política Nacional de Humanização e isso faz do hospital ter esse destaque em ser referência na Região Norte do País”.

Fabíula Abreu da Silva, 26 anos, moradora do Bairro Guamá, mãe de paciente que está fora de tratamento, mas em acompanhamento, lembra da estada de sua filha, hoje com 9 anos, no hospital como internada. “Posso dizer que a atenção que tive nesse hospital foi muito marcante. O que chama a atenção é o trabalho dos profissionais; eles são atenciosos, educados e tratam com respeito todas as pessoas. Minha filha gosta muito do Oncológico, tanto que fez um elogio em formato de pintura para retribuir todo o carinho e atenção que recebeu quando esteve internada. Esse quadro está exposto em uma das salas da diretoria do hospital”, comentou.

Na segunda-feira, 12, para comemorar o Dia das Crianças, os pacientes internados receberam lanche especial e ganharam brinquedos, doados por grupos de voluntários. A entrega foi feita por colaboradores do Serviço de Nutrição e Dietética do hospital que se caracterizaram de super-heróis. As comemorações não se resumem apenas ao dia 11, mas se estendem até o dia 16 de outubro como Semana da Criança, com realização de diversas ações socioeducativas dedicadas especialmente ao público infantojuvenil do hospital.

 

Atendimentos

Até o primeiro semestre deste ano o hospital obteve a marca superior a 1,4 milhão de atendimentos, dos quais foram 2.246 mil cirurgias, 6.996 mil internações, 78.009 mil consultas ambulatoriais, 145.694 mil sessões de quimioterapia, 380.758 mil atendimentos multiprofissionais (Fisioterapia, Fonoaudiologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional) e 872.939 mil exames. O que confere a instituição um lugar de destaque no que se refere ao atendimento e responsabilidade com vidas.

*Com informações de Emanuel Jadir/Ascom HOIOL

Tags

Belém Covid-19 HOIOL Hospital Oncológico Infantil

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder

      15 Minutes Ago

      Cyprienne Gueu

      Meu nome é Cyprienne Gueu, fui diagnosticado com HIV em 2015 e, desde então, minha vida virou de cabeça para baixo. Cheguei a infectar meu marido com o vírus, até que li o testemunho de uma mulher sobre uma curandeira que usa ervas para curar doenças como HIV, verrugas genitais, herpes, hepatite, câncer de mama, muito mais. E ela deixou cair o e-mail dele, que eu costumava contatá-lo e contar-lhe sobre o meu problema, ele me garantiu que pode me curar e me disse tudo o que preciso fazer, depois do que ele me mandou um remédio herbal em Montreal, onde eu estava residindo com meu marido no Canadá. Ele disse a mim e ao meu marido para tomar a medicação por três semanas, o que fazíamos religiosamente. Agora que estamos totalmente curados, somos HIV negativos. Ainda na semana passada fomos fazer um teste novamente e deu tudo negativo, graças ao curandeiro Dr'Water por salvar nossas vidas. E aconselho qualquer um de vocês que precise de ajuda sobre esse vírus mortal que deve entrar em contato com Dr'Water através de seu Whatsapp: +2349050205019 ou e-mail: drwaterhivcurecentre@gmail.com acredito que ele também pode te ajudar, obrigado.


      • in this conversation
          Media preview placeholder