JORNALISMO

Direito de resposta ao jornalista Paulo Fernandes, ex-diretor da TV Liberal

Este site recebeu um texto, com pedido de resposta à reportagem sobre as demissões na TV Liberal, publicada na quinta-feira, dia 7. Quem assina o texto é o jornalista Paulo Fernandes, ex-diretor da emissora, afliada da Rede Globo em Belém-PA.

O texto foi apenas copiado do e-mail para o site. Veja: 

Caros, meu nome foi indevidamente citado em reportagem publicada neste site, na página do blog da Dedé Mesquita e, diante disso, exijo a reparação devida. Sem falar que, em momento algum, fui procurado pela blogueira, como determina um preceito básico do Jornalismo.

Afirmo que o conteúdo descrito pela blogueira é totalmente mentiroso, uma calúnia na qual irei procurar reparação na justiça nos próximos dias. Em quase 25 anos de telejornalismo, jamais fiz qualquer coisa que atrapalhasse o bom Jornalismo. Pelo contrário. Em todos os lugares onde trabalhei, tenho o reconhecimento não só dos colegas mas do público. Na TV Liberal, não foi diferente. Saí com a missão cumprida, como atestam os vários prêmios e reconhecimentos conseguidos pela equipe, entre eles, o de maior audiência entre as emissoras Globo em 2020. 

Minha saída da TV Liberal estava acertada desde o início de dezembro, em comum acordo com a direção-geral da empresa. O motivo: tão somente porque o ciclo se fechou, minha missão estava cumprida em quase 6 anos de trabalho. 

Nem eu nem qualquer pessoa da TV Liberal nunca "atravancamos" produções. Pelo contrário. Nosso trabalho sempre foi o de fazer de tudo para que as reportagens fossem bem produzidas para irem ao ar.

Exijo a reparação desta calúnia imediatamente, sob pena de sofrerem medidas judiciais nas esferas criminal e cível.

Paulo Fernandes

 

Tags

jornalismo Jornalistas Paraenses em Ação

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder

      15 Minutes Ago

      Edivaldo Simões

      E vocês ainda tem o cinismo de dizer que aquilo foi uma reportagem? Foi uma fofoca. Não citaram fonte. Não ouviram o outro lado. Falta de profissionalismo total


      • in this conversation
          Media preview placeholder