GESTÃO DEMOCRÁTICA

Semec estabelece diálogo permanente com os trabalhadores da Educação

A secretária municipal de Educação, professora Márcia Bittencourt, se reuniu com uma comissão de lideranças do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp) na última sexta-feira,8. O encontro foi realizado na Secretaria Municipal de Educação. Na pauta, a gestão democrática da rede municipal de ensino de Belém. Com essa reunião a Semec pretendeu dar início a um relacionamento continuado com o Sintepp, pautado no respeito, na colaboração e, principalmente, na escuta sensível.
“Estamos reunindo com o Sintepp neste quinto dia de trabalho desde que assumimos a secretaria porque consideramos a participação do sindicato fundamental na Belém de Novas Ideias”, disse Márcia. “Estou me colocando como servidora do município de Belém no melhor estilo da palavra, estou aqui para servir a população de Belém”, acrescentou a Secretária.
O diretor geral da Semec, professor Walmir Freire, afirmou: “Chegamos aqui e encontramos inúmeros casos de assédio, problemas que vão desde a infraestrutura precária à falta de informações”. Participaram da reunião a professora Sílvia Letícia e o professor Mateus Ferreira, coordenadores do Sintepp Belém, entre outros dirigentes sindicais.

Pandemia

A professora Sílvia Letícia disse que liberar a categoria para o trabalho remoto logo no início da nova gestão foi providencial. “Fortalecer a campanha de vacinação é importante”, disse.

A titular da Semec destacou que a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) instituiu um comitê para que a situação da covid seja informada semanalmente. “E nós escutaremos a área de saúde”, afirmou. “Sabemos que crianças e adolescentes até 18 anos não terão problema de voltar para escola, pois são o grupo de menor risco de pegar e desenvolver a covid-19. Mas não temos só crianças e adolescentes. Nossa preocupação principal é com os profissionais de educação, que são vulneráveis. Muitos têm idade avançada e comorbidades. Gostaríamos que a Sesma priorizasse a categoria. Por isso, nossa primeira providência na Semec foi instituir a portaria do teletrabalho, por conta das consequências que surgirão com a volta das pessoas das festas de fim de ano”, explicou Márcia.

“O que nos orienta é a defesa da vida. Se há risco na escola, não podemos fechar os olhos para isso. Estaremos sempre atentos a isso, pois faz parte do entendimento de mundo de quem está hoje na gestão do governo municipal”, acrescentou o professor Walmir Freire. 
O professor Mateus Ferreira pediu concurso público ainda em 2021. “Estamos nas escolas como gestores com mais de seis anos no cargo”, disse. Os dirigentes da Semec lembraram ainda que será preciso organizar as eleições para a direção das unidades de ensino.

Emoção

A atuação de Walmir como um dos fundadores do Sintepp foi destacada na reunião, assim como as décadas de contribuição da professora Araceli Lemos, assessora especial da Semec,à categoria. A secretária Márcia Bittencourt lembrou que o primeiro ato dela quando tomou posse como professora da Universidade Federal do Pará (UFPA) foi se filiar à Associação dos Docentes da UFPA (Adufpa). Após 16 anos sem conseguir manter qualquer diálogo com a administração municipal, os sindicalistas agradeceram a acolhida e puxaram aplausos para o atual tratamento que estão recebendo na nova gestão da Semec. 

Tags

semec

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder