VACINAÇÃO

Emoção marca primeira etapa de vacinação contra Covid-19 no Oncológico Infantil Octávio Lobo

Foram vacinados 134 colaboradores de áreas prioritárias da instituição. O evento foi considerado como um alento na esperança para o retorno à normalidade

Profissionais que atuam no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, gerenciado pela Pró-Saúde, em Belém, receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19, nesta sexta-feira, 22.

Foi a primeira etapa de vacinação de 134 colaboradores de áreas prioritárias da instituição. O momento foi marcado por emoção na hora da aplicação das doses da vacina.

Foi o caso de técnica de enfermagem Maria Lobato, de 46 anos, a primeira profissional do hospital a ser imunizada. Maria atua na linha de frente das atividades assistenciais da Unidade de Atendimento à Intercorrência, desde que o hospital foi inaugurado em 2015.

Ela não conteve a emoção e, quando recebeu a dose, com os olhos cheios de lágrimas e voz bastante trêmula, externalizou seu sentimento e disse em bom e alto tom “todos nós profissionais de saúde estamos de parabéns por sermos corajosos nessa batalha”.

A enfermeira Lívia Palheta, de 27 anos, segunda vacinada, que atua também na Unidade de Atendimento à Intercorrências, revela que, para ela, a existência da vacina significa uma possibilidade de cura. “Agora me sinto um pouco mais tranquila e protegida. Já aguardo ansiosa a segunda dose”, comentou.

O diretor Hospitalar do Oncológico Infantil, Fábio Machado, entende que o momento, tão esperado por todos, foi como um alento na esperança para o retorno à normalidade.

“Receber as doses da vacina fortaleceu a nossa esperança e mexeu com as nossas emoções. Temos agora uma forte expectativa de que dê tudo certo com o trabalho de imunização realizado em nosso país, dando fim a este período difícil pelo qual estamos passando”, considerou Fábio.

“Vivenciar o momento de sermos vacinados contra a Covid-19 é um marco histórico que provoca os sentimentos de alegria e esperança. Tenho certeza de que estamos no caminho da libertação de todos os males que esse vírus tem causado para a sociedade”, disse a médica Gisele Araújo, da área de Medicina do Trabalho do Oncológico Infantil.

Ela acrescentou ainda que não se pode deixar de reconhecer o esforço dos profissionais que estiveram na linha de frente no combate ao coronavírus. “Foi uma honra poder participar desse momento tão especial”, finalizou a médica.

O trabalho de aplicação das doses da vacina no Oncológico Infantil foi realizado pela área de Medicina do Trabalho do hospital, com o apoio presencial de uma enfermeira do Programa de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde de Belém. A unidade, que pertence ao governo do Estado do Pará, presta atendimento 100% gratuito via Sistema Único de Saúde (SUS), sendo a principal referência para tratamento de câncer infantojuvenil no Norte do país.

Tags

HOIOL Hospital Oncológico Infantil vacinação

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder