Primeira dose

Emocionados, profissionais do Materno-Infantil de Barcarena recebem a vacina contra a Covid-19

Alegria e alívio foram sentimentos compartilhados entre os 165 profissionais dos grupos prioritários da unidade

Com um sorriso no rosto e emocionada, a enfermeira Roberta Lima, de 34 anos, foi a primeira colaboradora do Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB), a receber a dose da vacina contra a Covid-19, na manhã deste sábado, 23.

Roberta Lima- Com o comprovante de vacina na carteira- Comunicação Pró-Saúde

A colaboradora trabalha há mais de dois anos na unidade, e atuou na linha de frente no atendimento dos pacientes afetados pela doença.

"Enquanto esperava ansiosa para o início da vacinação, todos os momentos dentro do hospital, no atendimento aos pacientes, o novo cenário de pandemia, os sentimentos dos familiares, as lutas para salvar vidas, tudo, veio à minha mente, e me emocionei”, lembrou a profissional.

O início da vacinação aconteceu no Centro de Vigilância em Saúde de Barcarena. Segundo Roberta, todos estavam solidários ao momento histórico e celebraram com sorrisos.

Roberta Lima e Alessandra Silva- Enfermeira e Técnica de Enfermagem,
primeiras vacinadas- HMIB- Comunicação Pró-Saúde

“Foi um dia muito aguardado, é um sentimento de gratidão, alívio, e emoção que todos compartilham, até mesmo para aqueles que ainda não puderam receber o imunizante. Essa união é linda! Nós vivenciamos a vitória da ciência”, disse.

Para essa primeira etapa, seguindo as estratégias do Plano  Paraense de Imunização, o município de Barcarena recebeu 891 doses. Desse quantitativo, a diretoria hospitalar do Materno-Infantil de Barcarena, gerenciado pela Pró-Saúde, garantiu 165 doses da vacina para os profissionais de saúde da unidade

“Este momento representa a esperança na vida de todos, especialmente dos profissionais de saúde, os quais dedicaram o melhor de si para cuidar e salvar vidas. Foram muitos momentos difíceis ao longo da pandemia, mas viver esse momento, da vacinação, supera todos os desafios”, afirmou Patrícia Hermes, diretora Hospitalar.

Neste momento histórico, a expectativa dos colaboradores do hospital é que o plano de imunização alcance a todos.


Atendimento à Covid-19 na Região do Baixo Tocantins

Atualmente, a Região do Baixo Tocantins conta com mais de 22 mil casos confirmados com a doença. Parte dos atendimentos a Covid-19, dos 11 municípios que compõem a região, foram realizadas no Hospital Materno-Infantil de Barcarena.

A unidade atuou no enfrentamento da doença recebendo pacientes em geral e gestantes assintomáticas, de março a agosto de 2020, e disponibilizou cinco leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), exclusivos para a Covid-19, prestando 101 atendimentos.

O HMIB continua com triagens nos atendimentos para pacientes assintomáticos, dentro do perfil da unidade, e mantém fluxos e avaliação de riscos e medidas de segurança nos atendimentos às gestantes, bebês e pacientes com coronavírus. A unidade adaptou o hospital para assistência com qualidade aos diversos perfis de atendimento.

O Materno-Infantil é referência em casos de média e alta complexidades na região do Baixo Tocantins, e presta atendimento 100% gratuito por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). 

Tags

Barcarena Coronavírus Saúde

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder