REGULAÇÃO

Valor elevado na conta de água leva equipe técnica da Arbel à casa de usuária

O valor elevado na conta de água da aposentada Terezinha Pinto, de 72 anos, levou a equipe técnica da Agência Reguladora Municipal de Belém (Arbel) até a casa da usuária, localizada no bairro São Brás. A visita técnica ao local ocorreu nesta segunda-feira, 22, e atendeu à demanda de ouvidoria do órgão, que constatou a existência de vazamentos em dois cômodos da casa da aposentada.

Os técnicos da Agência conversaram com a moradora e avaliaram todas as conexões de água existentes na residência, além de verificarem o funcionamento do hidrômetro.

A aposentada contou que sempre pagou regularmente valores de até 200 reais por mês, mas foi surpreendida com uma fatura de mais de 500 reais. O ocorrido fez com que dona Terezinha efetuasse uma queixa na prestadora responsável pelo serviço. Em seguida, ela registrou o caso na Arbel. “Como não posso sair por causa da pandemia, pedi ao meu irmão que oficializasse a reclamação", explicou a aposentada. "Uma equipe da prestadora veio até a minha casa, mas o problema não foi resolvido, por isso procurei a Arbel, porque não faz sentido pagar por uma conta com esse valor absurdo. Quero entender o que motivou esse aumento", completou.

A engenheira sanitarista da Arbel, Evelyn Souza, destacou a importância das visitas técnicas para o bom atendimento ao usuário. "Esse momento é muito importante, pois além do esclarecimento sobre o processo realizado no local, nós também orientamos o morador sobre a forma como proceder", explicou. "Aqui na casa da dona Terezinha detectamos vazamentos aparentes, aliás, situações que muitas Vezes passam despercebidas pelos usuários. Os vazamentos são mais comuns na caixa de descarga do banheiro e em conexões", detalhou a engenheira.

Denúncia - A Arbel regula os quatro eixos do saneamento básico, que são abastecimento de água, esgotamento sanitário, resíduos sólidos e drenagem urbana. Denúncias e reclamações podem ser feitas pelo telefone 98464-7478, e-mail ouvidoria.arbel@gmail.com e no site da Agência. Antes de procurar o órgão é importante que o usuário primeiro oficialize a reclamação junto às prestadoras de serviços, que são as responsáveis pelos atendimentos.

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder