Vulnerabilidade social

Aluna da UFPA é finalista no Prêmio Nacional Universitário do Ano

Larissa Peniche representa a Universidade Federal do Pará na competição

A universitária Larissa Peniche, estudante do curso de Engenharia Civil da Universidade Federal do Pará (UFPA) é uma das dez finalistas do Prêmio Universitário do Ano DSM, que premia os estudantes que se destacam pelas ações empreendedoras desenvolvidas no âmbito da rede Enactus, para melhorar as condições de comunidades em situação de vulnerabilidade social. 

Além de critérios técnicos e indicadores de impacto, o concurso considera o clamor popular. Por isso, Larissa precisa alcançar o maior engajamento no seu vídeo de apresentação, disponível nos perfis do Facebook e Instagram da Enactus Brasil. O grande vencedor será divulgado no dia 21 de julho durante o Evento Nacional Enactus Brasil 2021, com participação de diretores e gestores de grandes empresas como Unilever, Cargill e Tilibra, além de acadêmicos de todo Brasil.

Larissa conta que se deparar com problemas sociais latentes em Belém despertou o desejo de usar o conhecimento de sala de aula para criar soluções empreendedoras. “Poder ajudar de forma real a sociedade foi a maneira que encontrei de retornar todo investimento que tenho recebido desde que entrei na UFPA”, conta.
 
A trajetória da estudante começou em 2018, quando entrou no time Enactus UFPA, posteriormente liderando o Cíclica, projeto que promoveu o empoderamento social e econômico dos catadores profissionais da Região Metropolitana de Belém. É também uma das fundadoras do projeto Anamã, projeto reconhecido nacionalmente e finalista de diversas competições internacionais, a exemplo da Race To Rethink Plastic, ficando entre as 4 melhores iniciativas do mundo no combate à poluição dos oceanos e preservação da vida marinha. 

Hoje a aluna também faz parte do Crossroads Emerging Leaders Program (CELP), um programa da Universidade de Harvard voltado para jovens líderes. Além disso, a gestão de Larissa à frente do time Enactus UFPA é marcada pelo impacto positivo em pelo menos 190 mil pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica e, no contexto pandêmico atual, foi responsável por traçar estratégias para o enfrentamento da COVID-19.

“Percebemos a urgência de trabalhar para amenizar as consequências da pandemia, principalmente na geração de renda”, afirma Larissa. As ações geraram 12 empregos e impactaram 1.800 vidas através da doação de 17 toneladas de alimentos e face shields em 4 municípios do Pará. 

Como ajudar para que a Larissa seja a estudante universitária do ano

Acesse os perfis da Enactus Brasil no Facebook e Instagram. Lá você encontrará o vídeo de apresentação do representante da UFPA e, então, você precisa curtir e comentar na publicação para que gere engajamento. Assim, a Larissa tem mais chances de ser a estudante universitária do ano.
 
Saiba mais sobre o Time Enactus UFPA e suas iniciativas.

Texto: Ana Carolina Cirino e Yasmin Cantuária


Tags

ação social Enactus Engenharia UFPA