EMPREGABILIDADE

Governo do Pará lança o programa ‘Primeiro Ofício’ em parceria com a Prefeitura de Paragominas

Cinco empresas aderiram imediatamente ao programa

Um dos grandes desafios da gestão pública é gerar oportunidade de trabalho e experiência profissional aos jovens em vulnerabilidade social. É essa a maior finalidade do programa Primeiro Ofício, lançado pela  Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), em parceria com a Semas (Secretaria Municipal de Assistência Social de Paragominas).

O lançamento se deu no auditório da Semas de Paragominas, nesta terça-feira, 10, na presença de secretários de governo e de empresários locais. O titular da Seaster, secretário Miriquinho Batista, explicou minuciosamente cada detalhe do programa e o quanto ele é importante pelo aspecto social, assim como o quanto o projeto pode fazer diferença na vida de um jovem que esteja buscando fazer parte do quadro funcional de uma empresa e se qualificar.

Miriquinho lembrou que “um grande número desses jovens acabam sendo absorvidos naturalmente pela empresa depois de cumprir o tempo do programa”. Já o prefeito de Paragominas, Lucídio Paes, lembrou que a Prefeitura está implantando o programa ‘Quero Uma Oportunidade’, que também pretende viabilizar aos jovens em estado de vulnerabilidade uma alternativa de trabalho e qualificação.
 
“Esse programa veio convergir para o mesmo objetivo, que é retirar esses jovens de serem cooptados pelo crime, pelas drogas e pela violência, fazendo com que eles tenham emprego e renda”, destacou o prefeito. Vale lembrar que o programa prevê o monitoramento da vida escolar desses jovens.  

A secretária de Assistência Social do município, Amanda Purger, ressaltou que “se você oportunizar para um jovem desses um emprego, é uma chance de ele demonstrar sua capacidade e, com essa atitude, salvar a vida desse jovem, porque às vezes”. 

Para o secretário de Assuntos Jurídicos, Amauri Cativo, “além do aspecto social, há uma grande vantagem para o empresariado em abrigar esses jovens, já que poderão conquistar o selo de ‘Empresa Cidadã’, alcançando benefícios fiscais do estado”.  

Empresas Cidadãs

O programa teve adesão imediata de cinco empresas que estavam presentes na reunião: 
o Grupo Capixaba, Cervejaria 7Cats, Supermercados Biase, Construhab e Muniz Móveis Planejados. Robson Capixaba deu um exemplo de que na sua empresa existe um jovem  que começou como ajudante e hoje é o seu braço direito. Por isso, ele acreditou e aderiu ao programa. 
Já o empresário Francisco Muniz, que também aderiu ao programa, explicou que o seguimento em marcenaria está bem moderno e esses jovens têm habilidade natural em informática, sendo de fundamental importância capacitá-lo para esse mercado. 

O Primeiro Ofício atende, prioritariamente:

- Jovens em situação de vulnerabilidade social, inscritos no cadastro único em especial;
- Moradores de regiões e bairros que apresentem maiores índices de vulnerabilidade;
- Jovens em cumprimento de medidas socioeducativas e egressos das instituições de privação de liberdade;
- Pessoas com deficiência;
- Jovens matriculados regularmente na rede pública de ensino fundamental, médio ou superior, participantes de programas de bolsas de estudo financiadas por recursos públicos vinculados à rede privada de ensino;
- Jovens que concluíram o ensino médio e que não estejam cursando os níveis superiores e os que concluíram o ensino superior e que ainda estejam em idade de participar do programa na condição trainee.
 


Tags

Emprego e renda governo do pará Paragominas Prefeitura de Paragominas