Literatura

Anderson Araújo lança o “Manual prático de como vestir um pai morto” nesta quinta-feira (29/06)

O escritor e jornalista Anderson Araújo lança o novo livro de contos “Manual prático de como vestir um pai morto”, nesta quinta-feira (29/06), às 19h, no Café com Arte, no bairro de Nazaré em Belém. Editada e publicada pela editora folheando após seleção pública em edital nacional, a obra reúne 20 textos em que o autor prioriza Belém como cenário e retrata personagens da cidade em um fluxo temporal entre década de 1970 e os dias atuais.

O jornalista Paulo Silber define o novo livro: “são recortes de lembranças, nostalgias e dejavus, mas vão muito além disso. Há fragmentos da banalidade cotidiana que se tornam luminosos quando polidos, esmerilados, entalhados e esculpidos no mármore da narrativa preciosa do Anderson. O fantástico vira comum. O doloroso torna-se encantado. O adormecido se transforma em êxtase. O amor é morte. O fim, recomeço”.  

O livro está dividido em quatro partes: “Sobre abismos e vertigens”, “Quando anoitece”, “Diante de espelhos” e “Madrugadas amargas”. “São histórias que contrapõem e se recusam à indiferença, ao insosso, a uma vida sem graça. São situações que criei e reelaborei buscando alguma beleza, mesmo onde, aparentemente, não tem”, afirma o autor. 

O livro tem a orelha assinada pelo escritor e professor doutor em Filosofia do Direito da Universidade Federal do Pará (UFPA), Ricardo Evandro Martins. Sobre o livro, Martins avalia: “Anderson conta suas histórias com seu realismo romântico: materialista, mas nostálgico, relata tragédias, cria cenas fantásticas e contos de redenção. Em vez do bom selvagem, prefere narrar as ambiguidades da barbárie amazônica”. 

A poeta e doutora em Antropologia pela UFPA, Camille Castelo Branco, assina o prefácio de “Manual Prático”. Acerca do livro “Manual prático”, a escritora elabora: “conseguimos sentir o cheiro do suor, do sangue; ver as cores dos corpos, não retocados pelas imagens de cinema, mas dotados de matizes e texturas que só os olhos, sem mistificação, conseguem captar”.

Sobre o autor
“Manual” é o segundo livro publicado Anderson Araújo, que nasceu em 1979, em Belém. Formado em Jornalismo pela UFPA em 2004, o autor também é mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, em Portugal. O autor foi repórter por pelo menos dez anos nas grandes redações de Belém, testemunhando a cidade de perto, no calor das ruas, entre tragédias e o inusitado da capital paraense. 

SERVIÇO:
Lançamento do “Manual prático de como vestir um pai morto”, de Anderson Araújo
Dia e horário: Quinta-feira, 29/06, às 19h
Local: Café com Arte. (Tv. Ruy Barbosa, 1437 – Nazaré, em Belém)
Editora: Folheando
Arte da capa: Sumaya Fagury
N° de páginas: 164
Preço: R$ 43,90


Tags

lançamento Literatura