Oportunidade

Escola de Eletricistas da Equatorial divulga segundo edital com novas turmas, inclusive uma 100% para mulheres

Em parceria com o Senai, programa de qualificação profissional oferta mais duas turmas: uma em Belém e outra em Marabá, e reafirma seu compromisso com a igualdade de gênero nas operações do setor elétrico.

Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento profissional e reafirmar seu compromisso com a igualdade de gênero nas operações do setor elétrico, a Equatorial Pará divulgou nesta quarta-feira, 12, o segundo edital do Programa Escola de Eletricistas 2023, que visa a formação gratuita de eletricistas de redes de distribuição de energia elétrica.

Ao todo, 50 novas vagas serão ofertadas, sendo 25 em Belém e 25 em Marabá. Na capital, a oferta de capacitação é voltada exclusivamente para mulheres e em Marabá para ambos os sexos. As inscrições iniciam nesta quarta-feira, 12, e finalizam na próxima segunda-feira, 17, e podem ser realizadas por meio dos links: https://tinyurl.com/23822thn  (Belém) e https://tinyurl.com/yrkpb45n (Marabá).

Para concorrer a uma vaga, o candidato deve ser maior de 18 anos, possuir diploma de conclusão do ensino médio e carteira nacional de habilitação (CNH) categoria B provisória ou definitiva, dentro do prazo de validade, além de disponibilidade para estudar 40h semanais.

Para o presidente da Equatorial Pará, Márcio Caires, a primeira turma exclusiva para o público feminino em 2023 contribui para a construção de um mercado de trabalho mais inclusivo e vai possibilitar a transformação da história de vida de muitas paraenses.

“Em Belém, teremos uma turma 100% feminina. Esperamos repetir o sucesso do ano passado, quando também formamos uma turma integralmente de mulheres e muitas ex-alunas hoje atuam no mercado de trabalho. Esse é um compromisso da Equatorial com a igualdade de gênero e com a educação profissional gratuita e de qualidade que certamente será um divisor de águas na vida das participantes”, ressalta Márcio.

Além de habilidades e competências técnicas

O curso profissionalizante é realizado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), tem carga horária de 480 horas, além de 112 horas de curso comportamental, considerado um dos principais diferenciais do programa de qualificação profissional da Distribuidora. Alguns dos assuntos abordados em sala de aula incluem raciocínio lógico, comunicação, relacionamento interpessoal e estruturação do Projeto de Vida para ampliar a empregabilidade dos participantes.

A duração aproximada das aulas é de três meses e meio e, durante esse período, será ofertada uma ajuda de custo mensal para auxiliar o aluno na conclusão da formação. As aulas práticas serão realizadas em Centros de Treinamento (CT’s), que contam com todos os equipamentos e redes elétricas para o curso profissionalizante.

Etapas do recrutamento e divulgação dos aprovados

O processo seletivo possui etapas de caráter eliminatório e/ou classificatório. A divulgação da lista de convocados para a prova objetiva, tendo como critério o atendimento aos requisitos estabelecidos pelo Edital, será realizada no dia 20/07/2023. O recrutamento também conta com avaliação comportamental. O regulamento completo está disponível no site: https://tinyurl.com/3kb6pbu5

Sustentabilidade – A Escola de Eletricistas integra a plataforma de Sustentabilidade E+ do Grupo Equatorial, chancelada pelo Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que promove projetos em prol das pessoas e do meio ambiente. As ações estão alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), em especial o ODS 4 (Educação de Qualidade) e ODS 5 (Igualdade de Gênero).


Tags

Belém Equatorial Pará Marabá Qualificação