Humanização

“Arraiá da Gentileza” conscientiza pacientes sobre boas práticas sociais no Hospital Abelardo Santos

Iniciativa não apenas celebra a tradição junina, mas também reforça a missão do hospital de oferecer um atendimento humanizado

Pacientes de longa permanência no Hospital Regional Dr. Abelardo Santos (HRAS), no Distrito de Icoaraci, em Belém, foram convidados a participar de uma tarde de música e dança durante o “Arraiá da Gentileza”. A iniciativa, realizada nesta sexta-feira (21), no setor de nefrologia, faz parte das ações de humanização que visam melhorar a rotina e o tratamento dos usuários durante os festejos juninos.

Logo na entrada, dezenas de bandeirinhas carregavam uma frase de gentileza escrita pela equipe médica e multidisciplinar do HRAS. “Aquela famosa frase: ‘gentileza gera gentileza’. Não existe nada melhor nesse mundo do que ser bem tratada, com respeito, pois é o que cada um de nós precisamos. Me diverti bastante e pude até arriscar uma dancinha, na medida do possível”, contou o aposentado Manoel Martins dos Reis, 74 anos.

Um grupo de voluntários convidou os pacientes a entrarem na roda de carimbó. “Às vezes chegamos tristes por causa do tratamento, que não é fácil, e ter uma programação como essa nos faz sentir melhores. Vejo que ações como essas também são atos de gentileza e por isso, todos estão de parabéns por oferecer esse momento”, garantiu o também aposentado Luiz Gonzaga, 71 anos.

Pediatria

No dia 19 (quarta-feira), foi realizado ainda o desfile de Miss e Mister Caipira com os pacientes da pediatria do HRAS. "Estava deitada, um pouco entediada, até que vi os tios arrumando as brincadeiras, e logo fiquei animada. Pude me distrair muito, e o melhor, me divertir. Pedi para pintarem umas bandeirinhas no meu rosto, pois eu gosto bastante de brincar assim”, disse a pequena Mirella Sophia, de 5 anos.

Outro participante foi o Jessé Cleandro França, de 10 anos. “Essa não é a primeira vez que participo de uma ação desse tipo aqui na unidade. Foi um momento que pude me divertir muito ao ponto de até esquecer que estava em tratamento. Gosto muito das festas de São João, incluindo as brincadeiras e as comidas, o que eu pude viver aqui durante esse momento de muita alegria”, afirmou.

Os pais e responsáveis presentes no evento elogiaram a iniciativa e agradeceram pelo carinho e dedicação da equipe do hospital. "Ver o sorriso no rosto do meu filho em meio a esse tratamento difícil é algo que não tem preço”, disse Jadilene Vieira, 22 anos, mãe da Mirella. “Todos estão de parabéns e que ações como essas possam continuar no Abelardo”, complementou Pérola França, 29, mãe do Jessé.

Atendimento

As duas ações foram organizadas pela Comissão de Humanização do HRAS, que produziu uma decoração temática na varanda do quinto e do nono andar do Hospital Abelardo Santos, com bandeirinhas coloridas, além oferecer música, dança, bingo e brincadeiras tradicionais que animaram os pacientes mirins e aos adultos.

A supervisora de humanização do HRAS, Suzane Gonzaga, detalha. “A intenção é promover a socialização entre os usuários, permitindo que interajam entre si, com os profissionais de saúde e com seus familiares, fortalecendo laços de amizade e apoio mútuo. Essas atividades oferecem ainda momentos de diversão e descontração que são essenciais para melhorar o estado emocional e psicológico”.

“Queremos ainda incentivar a participação e a inclusão de todos os pacientes, independentemente das condições físicas, para que se sintam valorizados e integrados nas atividades do HRAS. Ao mesmo tempo, buscamos humanizar o ambiente hospitalar, tornando-o acolhedor e menos assustador, proporcionando uma atmosfera festiva que reforça o cuidado integral ao paciente”, disse Suzane.

A diretora-geral do hospital, Aline Oliveira, destaca a importância da atividade para o tratamento e a recuperação total dos pacientes. "Sabemos que a hospitalização pode ser um período difícil, especialmente para as crianças. Iniciativas que trazem alegria e distração são fundamentais para melhorar o estado emocional dos pacientes e, consequentemente, auxiliar no processo efetivo de cura”, ressalta.

Segundo Aline, as iniciativas não apenas celebraram a tradição junina, mas também reforçaram a missão do hospital de oferecer um atendimento humanizado. “Com ações como essa, o HRAS continua a se destacar como uma instituição comprometida com o bem-estar e a recuperação de seus pacientes, mostrando que, além do tratamento médico, a alegria e o cuidado são fundamentais”, acrescenta.

HRAS

O Hospital Abelardo Santos é a maior unidade pública do Governo do Pará. A instituição é administrada pelo Instituto Social Mais Saúde (ISMS), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Conta com um serviço de pediatria de urgência e emergência, além de leitos clínicos.

A unidade é referência no atendimento à mulher e à criança, em quatro frentes pediátricas: pronto-socorro, cirurgia, internação clínica e Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além do acolhimento nas Unidades de Cuidados Intermediários (UCIn). A pediatria do HRAS está estruturada com 10 leitos de UTI, 25 leitos de clínica pediátrica e um pronto-socorro infantil, com atendimento 24 horas.


Tags

Abelardo Santos Festas Juninas Icoaraci Saúde Tratamento Humanização