Segurança

Hospital de Ipixuna previne infecções incentivando a higienização das mãos

Os funcionários do Hospital de Ipixuna participaram de uma dinâmica sobre a importância de manter as mãos livres de impurezas

A higienização das mãos é uma das principais medidas de segurança adotadas em um ambiente de cuidados com a saúde. O procedimento é simples, barato e eficaz na prevenção de infecções, e ajuda a proteger pacientes e profissionais da área. A instituição do Dia Mundial de Higienização das Mãos - 5 de Maio – incentiva a realização de diversas ações destinadas a conscientizar a população sobre a importância dessa prática.

No nordeste do Pará, o Hospital Geral de Ipixuna do Pará (HGI), por meio do Serviço de Controle e Infecção Hospitalar (SCIH), promoveu a Semana da Higienização das Mãos, envolvendo todos os funcionários da unidade numa dinâmica de perguntas e respostas, com o objetivo de reavaliar e reforçar a prática de higienização das mãos.

Realizado durante dois dias, nos diversos setores do Hospital, o jogo testou o conhecimento de funcionários dos três turnos. “O resultado foi muito positivo. Os colaboradores receberam muito bem a proposta de testar seus conhecimentos acerca do tema. Foi uma ação extremamente produtiva”, disse a enfermeira Brena Santos, coordenadora do SCIH.

Promovida em parceria com o Núcleo de Educação Permanente (NEP), da unidade, a ação impacta diretamente na qualidade da assistência prestada pela equipe multiprofissional do HGI e na garantia da segurança dos pacientes.

O diretor executivo do Hospital Geral, Júlio Garcia, disse que a iniciativa representa o compromisso da equipe do HGI com a qualidade dos serviços prestados aos usuários. “Esta ação demonstra a nossa preocupação quanto à capacitação de nossos profissionais e a busca contínua por uma assistência com mais qualidade e segurança”, declarou.

Prática importante - O termo higienização das mãos engloba a higiene simples, a higiene antisséptica e a antissepsia cirúrgica ou preparo pré-operatório das mãos. A prática é importante porque as mãos de abrigam microrganismos e os transferem de uma superfície para outra, por contato direto, pele com pele, ou indireto, por meio de objetos. As mãos são o principal vetor de transmissão de bactérias e outros micro-organismos, seja na assistência prestada pelo profissional de saúde ou no contato com outras pessoas, durante as visitas.

O Ministério da Saúde estima que a taxa de infecção hospitalar no Brasil é 15%, mais alta do que em países da Europa e nos EUA, aonde o percentual chega a 10%. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o simples ato de lavar as mãos reduz em até 40% o risco de contrair várias doenças, como gripe, diarreia, infecção estomacal, conjuntivite e dor de garganta.

Com 20 leitos, o HGI oferece consultas ambulatoriais em cardiologia, infectologia, clínica médica e cirúrgica, além de exames complementares, cirurgias eletivas, internações e o pronto-atendimento 24 horas.

Serviço: O Hospital Geral de Ipixuna (HGI) fica na Rua Principal, s/n, bairro Centro, na sede municipal de Ipixuna do Pará. Mais informações pelo telefone (91) 3811-2631.

Tags

Hospital Geral de Ipixuna Saúde

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.