EDUCAÇÃO

Comunidade do Benguí recebe escola reformada e climatizada

A Prefeitura de Belém inaugurou nesta sexta-feira, 6, a sétima unidade de ensino reformada, somente em 2020. Sob as ações da Secretaria Municipal de Educação (Semec), a administração municipal entregou as obras de revitalização da Escola Municipal de Educação Fundamental Augusto Meira Filho, localizada no bairro Benguí, e vai beneficiar as 686 crianças atualmente matriculadas.

A cerimônia de entrega da obra foi realizada na quadra poliesportiva da EMEF Augusto Meira Filho, e contou com a presença do prefeito Zenaldo Coutinho, da secretária municipal de Educação, Socorro Aquino, do secretário municipal de Saneamento, Claudio Mercês e do presidente da Câmara Municipal de Belém, vereador Mauro Freitas.

Ainda com vagas para matrículas, a escola atende do 1º ao 6º ano do ensino infantil ao fundamental nos turnos da manhã e tarde, e possui capacidade máxima para 709 alunos, de 6 a 12, distribuídos em 20 turmas. Além de dez salas de aula, a escola possui laboratório de informática, Sala de Atendimento Especializado para crianças com deficiência e uma biblioteca com um acervo de nove mil livros didáticos.

As novas condições da Augusto Meira Filho oferecidas com o serviço de revitalização executado pela Semec, revelou opiniões da comunidade escolar. A servidora da unidade de ensino, Filomena Gama, 66 anos, aprovou o resultado da intervenção que custou mais de R$ 1 milhão aos cofres do município. “Agora com a reforma está muito bom. Essas melhorias ajudam e muito no nosso trabalho diário”, disse.

Suelen Negrão, 30 anos, moradora do bairro Benguí, que foi aluna da escola, também não escondeu a satisfação. “O colégio está legal, bonito, os espaços bem construídos e agora com ar condicionado. Ficou melhor”, afirmou a mãe da aluna Izabela.

Nazaré Evangelista, 56 anos, professora do 2º ano, lembrou de alguns momentos difíceis vividos pela comunidade escolar. “Hoje estamos todos alegres, nós professores com melhores condições e os alunos com melhor aprendizagem”, assegurou.

Mudanças – A PMB investiu na reforma do espaço contemplando desde as novas fundações estruturais até questões estéticas. Um dos destaques entre as mudanças foi a instalação de ar condicionado em todas as salas de aula e área administrativa. Além disso, a quadra poliesportiva passou por reforma completa e os banheiros foram adaptados para crianças com deficiência.

Em seu pronunciamento, o prefeito Zenaldo Coutinho agradeceu o empenho de todos. “A revitalização desse espaço é uma demonstração do que faz a escola no dia a dia, que é o trabalho integrado, das merendeiras, porteiro, professoras e professores e a direção. O coletivo que trabalha num processo diário de ensino e aprendizagem”, salientou.

Após os discursos, o prefeito Zenaldo Coutinho e demais autoridades, equipe da Semec e pais de alunos, visitaram as novas instalações da escola municipal. Pouco antes, foi realizado um ato religioso e apresentações teatrais de alunos da 5ª série.

História – A Escola Augusto Meira Filho, originou-se de um centro comunitário, cujo terreno foi posteriormente adquirido pela Prefeitura Municipal de Belém. A escola recebeu este nome em 1981, em homenagem ao engenheiro Augusto Meira Filho, que foi um dos fundadores da Sociedade Artística Internacional e da Sociedade dos Amigos de Belém, voltada para a defesa do patrimônio cultural. Além de historiador, ele também era poeta e jornalista, e escrevia para o jornal “A Província do Pará”, nos anos 60 e 70. Teve 20 livros publicados e morreu em 8 de julho de 1980.

Tags

Educação semec

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder