Reunião

Representantes do Sintepp e Sinduepa são novamente recebidos pelo Governo

Representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp) e Sindicato dos Docentes da Universidade do Estado do Pará (Sinduepa) foram recebidos, nesta terça-feira, 29, na Secretaria de Estado de Administração (Sead).

Representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp) e Sindicato dos Docentes da Universidade do Estado do Pará (Sinduepa) foram recebidos, nesta terça-feira, 29, na Secretaria de Estado de Administração (Sead), em reunião solicitada pelo próprio Sintepp para tratar sobre o piso salarial dos professores de 2018, concurso público e assuntos específicos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Participaram da reunião a secretária de Administração, Alice Viana; a secretária adjunta de Administração, Ruth Pina; e a secretaria adjunta de Gestão de Pessoas da Seduc, Dayse Ana Batista.

"Reiteramos que o Pará é um dos poucos Estados que mesmo diante da crise econômica não parcelou ou atrasou nenhum pagamento dos servidores e que a remuneração do professor em início de carreira é maior que o piso nacional da categoria. O piso hoje está fixado em R$ 2.455,35, mas no estado o salário inicial chega a R$ 3.772,69. A remuneração média de um professor com 200 horas é de RS 4.834,94 – quase o dobro do piso nacional. Esse tema é o ponto principal em discussão judicial em andamento. Esse ponto já foi amplamente discutido e explicado para o sindicato", explicou a secretária Alice Viana. 

Uma nova reunião com representantes do sindicato e a Seduc ficou agendada para amanhã, na sede da Secretaria de Educação para tratar de reformas e estrutura nas escolas, além de pautas específicas da categoria. 

Adiamento

Durante a reunião também foi repassa aos representantes dos sindicatos a informação sobre o adiamento da prova do Concurso Público C-173, que seria no dia 3 de junho, por conta da greve dos caminhoneiros, que completou oito dias e bloqueia várias estradas do país, impossibilitando candidatos de outros municípios de chegarem aos locais de prova, além do material que seria usado durante o exame.

A decisão foi tomada em conjunto pela Sead, Seduc e Consulplan (instituição organizadora). A nova data ainda será divulgada. A prova seria destinada ao provimento de cargos efetivos da Carreira de Magistério da Educação Básica da Rede Pública de Ensino.

A Sead informou ainda que 51,2% dos candidatos inscritos residem em cidades diversas daquelas onde prestarão as provas e que uma nova data para a prova será divulgada em breve.

 

Tags

Abaetetuba Altamira Barcarena Capanema Castanhal concursos Itaituba jucepa Marabá Paragominas Região Baixo Amazonas Região Carajás Região Lago de Tucuruí Região Marajó Região Rio Capim Região Xingu Salvaterra Santarém SEAD SEDUC Soure Tucuruí Vigia Xinguara

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.