Operação Carnaval

Balanço mostra redução da criminalidade no Sul e Sudeste do Pará

O secretário Regional de Governo do Sul e Sudeste do Pará, João Chamon Neto (c), divulgou o balanço da Operação Carnaval ao lado dos comandantes regionais da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Superintendência da Polícia Civil

A redução nos índices de criminalidade no período do Carnaval, em relação a 2018, consta do balanço comparativo da área de segurança, divulgado na tarde da última quinta-feira (14), pelo secretário Regional de Governo do Sul e Sudeste do Pará, João Chamon Neto, ao lado dos comandantes regionais da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Superintendência da Polícia Civil. Os dados foram apresentados na sede da Secretaria, em Marabá.

João Chamon destacou a importância dos dados positivos da Operação Carnaval 2019. “Os números que serão apresentados são o reflexo de uma atuação integrada das instituições de Segurança, que trabalharam de forma árdua e ininterrupta para garantir mais segurança para a população paraense. O governador Helder Barbalho tem colocado o tema da segurança pública como prioridade do seu governo, além dos investimentos que estão sendo feitos por meio da Secretaria de Segurança Pública na reestruturação das nossas forças policiais”, reiterou o secretário Regional de Governo.

O chefe do Departamento-Geral de Operações da Polícia Militar, coronel Marco Antônio de Oliveira Cidon, apresentou os dados estatísticos levantados pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) nas cinco Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp) - 7ª Risp, sediada em Paragominas; 9ª Risp, em Tucuruí; 10ª Risp, em Marabá; 13ª Risp, em Redenção, e 14ª Risp, em São Félix do Xingu - englobando os 39 municípios do Sul e Sudeste do Estado. Os números apontam para uma redução significativa dos índices de criminalidade durante os dias de Carnaval, em comparação ao ano passado.

Em 2018, durante o período carnavalesco foram registrados 223 roubos, contra 100 ocorrências em 2019, uma queda de 55% em relação ao ano anterior. Quanto aos furtos, houve redução de 27%, passando de 290 casos no ano anterior para 211 neste ano. Os dados da Segup também registram queda nos números de homicídios, sendo sete casos este ano, nove a menos em relação aos 16 ocorridos em 2018 (queda de 56%).

Prisões e apreensões - Em relação ao tráfico de drogas houve o registro de 23 casos, contra 12 no ano passado. Um aumento considerado positivo, uma vez que o número de prisões e apreensões de entorpecentes atingiu o percentual de 92%. Com relação ao crime de estupro, o balanço aponta um aumento no comparativo dos períodos analisados. Seis ocorrências foram registradas em 2019 e cinco em 2018 (aumento de 20%).

Para o coronel Marco Antônio de Oliveira Cidon, o resultado foi muito positivo, principalmente na região-polo de Marabá, onde os números apresentaram uma queda de 42% nas ocorrências de furtos - 77 no ano passado e 52 em 2019. Os roubos caíram 49%, sendo 28 em 2019 e 71 no ano anterior. O coronel Cidon destacou que não houve registro de homicídios em Marabá no Carnaval, enquanto em 2018 ocorreram três assassinatos.

Também participaram da coletiva o tenente-coronel Juniso, comandante do CPR 2 (Comando de Policiamento Regional); tenente-coronel Deyvid Sarah Lima, comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar; coronel Furtado, comandante do 34º BPM; tenente-coronel Gladson, comandante do 23º BPM, sediado em Parauapebas; major Portilho, comandante do 5º GBM; major Paulo César, subcomandante do 5º GBM, e o delegado de Polícia Civil Thiago Carneiro, superintendente Regional de Polícia Civil.

Tags

Centro Regional de Governo OPERAÇÃO CARNAVAL, POLICAMENTO Segurança

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.