Comitiva

Governo articula ações de assistência em São Domingos do Capim

Na cidade, mais de quatro mil pessoas foram afetadas. O governador andou pelas ruas inundadas das comunidades de Santa Terezinha e São Sebastião.

Depois de 4 dias na região oeste do Estado, em ações do Governo Por Todo o Pará, o governador Helder Barbalho fez questão de visitar neste domingo (24), os municípios de Paragominas e São Domingos do Capim, cidades do sudeste e nordeste do Estado, respectivamente, que sofreram prejuízos por conta das chuvas fortes e da maré alta.

Na cidade da Pororoca, a situação é bastante crítica, com mais de 4 mil pessoas afetadas, sendo 1.061 delas com casas submersas. O governador fez um sobrevoo de helicóptero pelo município e andou pelas ruas inundadas das comunidades de Santa Terezinha e São Sebastião, áreas baixas do centro de São Domingos do Capim.

“É um momento de prestar solidariedade e apoio a essas famílias e, principalmente, articular ações urgentes para diminuir o sofrimento da população com trabalho integrado das secretarias e demais órgãos. Neste momento, estamos focando nas doações de alimentos, água e mantimentos e, em breve, oferecer os benefícios sociais do governo”, disse o chefe do Executivo Estadual.

Seu Iosep Tembé, mais conhecido como “Índio”, mora na rua 7 de Setembro, uma das ruas alagadas pela enchente. Ao ver o governador, ele mostrou a situação da casa onde mora, relatou as dificuldades e agradeceu pela visita. “A gente está numa situação precária. Não temos para onde ir e ninguém quer ficar nessa situação. É muito bem-vinda a presença do governador aqui que está fazendo algo para não nos deixar desamparado”.

A moradora de Ananindeua, Ivanei dos Santos, veio à sua cidade natal entregar roupas e materiais de higiene que doou aos desabrigados. "Estou voltando pra casa feliz depois de ajudar essas pessoas. Eu sou filha daqui e, quando soube pelo jornal, mobilizei meus amigos para ajudar. Pretendo voltar ainda essa semana com mais doações".

Ações Emergenciais do Estado – Além de Helder e do vice-governador Lúcio Vale, também estiveram na visita aos locais críticos o secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Iram Lima; o secretário Estadual de Assistência Social, Trabalho e Renda (Seaster), Inocêncio Gasparim; o presidente da Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab), José Scaff; o secretário adjunto de Transportes (Setran), João Renato; o comandante da Defesa Civil Estadual, cel Hayman; e o líder do Governo na Alepa, deputado Chicão.

A comitiva se reuniu no gabinete de crise montado pela Defesa Civil Estadual em São Domingos do Capim e, na ocasião, todos os detalhes sobre a situação de emergência decretada no município foram expostos pelo capitão Marcelo Santos. “Tivemos muitas dificuldades para fazer esse levantamento porque o município não tem uma Defesa Civil estruturada e que alimenta informações no Sistema Nacional. Por isso, com a chegada da Defesa Civil Estadual, tivemos que começar do zero e agir o mais rápido possível para ajudar as famílias atingidas”.

O gabinete também informou os números preliminares da operação: são 250 famílias desalojadas, sendo que 40 não conseguiram abrigo em casas de parentes e tiveram que ficar no Ginásio Municipal e na Escola Manoel Bernardos.

Desde a última sexta feira (22), uma equipe de técnicos da Seaster auxilia a Secretaria de Assistência Social de São Domingos do Capim no cadastramento das famílias afetadas, para conseguir viabilizar benefícios e recursos para reparar os danos no município.

“Também trouxemos uma equipe para emitir segundas vias de certidões de nascimento para aqueles que perderam documentos no alagamento. É importante dizer que nos próximos dias, quando todos os dados forem levantados, àqueles que tiveram perda total de residências terão um benefício eventual do Governo de um salário mínimo durante três meses”, explicou Inocêncio Gasparim.

Além do aluguel social, as famílias também poderão solicitar o cheque moradia. “Estamos comprometidos a ajudar as populações das áreas atingidas tanto em São Domingos do Capim, quanto em Paragominas. Hoje, uma equipe de governo foi às duas cidades para assumir esse compromisso. Quem ainda tiver condições de construir e reformar sua casa depois que o alagamento passar, pode receber o cheque moradia”, disse o presidente da Cohab, José Scaff.

O vereador de São Domingos do Capim, Sérgio dos Santos, elogiou o trabalho do Governo do Estado e a preocupação de Helder Barbalho neste momento de sofrimento da população. “Nosso município é carente, tenho certeza que esse dia marca uma nova história em São Domingos do Capim, porque o governo está apoiando a prefeitura e oferecendo toda a estrutura que tem para diminuir o sofrimento das famílias”.

Tags

Alepa cohab helder barbalho sao domingos do capim SEASTER sedeme setran

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.