Libras

HRBA capacita profissionais para garantir atendimento a usuários surdos

Nesta terça-feira (2), o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém (PA), gerenciando pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, realizou a aula inaugural do curso de Língua Brasileira de Sinais (Libras). Mais de 30 colaboradores serão capacitados em duas turmas.

A medida visa garantir a eficiência da comunicação e assegurar o atendimento de usuários surdos do Sistema Único de Saúde. As aulas ocorrerão em dois turnos, uma vez por semana, durante os próximos seis meses. O curso é fruto da parceria entre Pró-Saúde e secretarias de Educação do município e do Estado.

A coordenadora de Educação Especial de Santarém, Maria do Céu da Silva, falou sobre os desafios encontrados na região. “Eu sou uma pessoa com baixa visão e sinto na pele a exclusão. Então, devemos nos esforçar, porque, mesmo a passos lentos, a inclusão tem caminhado. E dominar Libras deve fazer parte do nosso dia a dia e em todo serviço de saúde. Imagine precisar atender um surdo e não saber se comunicar? Temos que entender que todas as pessoas com deficiência têm direito e igualdade de oportunidade”, afirma.

A promotora de Justiça Lilian Braga elogiou a iniciativa do hospital durante a aula inaugural. “Que este momento seja dedicado especialmente para fazer a reflexão pessoal de que nós temos muitos preconceitos que precisam ser quebrados. Precisamos possibilitar ao outro estar conosco e nós estarmos com ele. O SUS preconiza a integralidade, mas será que estamos realmente preparados?”, destaca a promotora.

Para o diretor técnico do HRBA, Epifanio Pereira, o hospital avança na promoção de uma saúde segura, de qualidade e acessível a todos. “Mais do que o curso de Libras, estamos tendo a oportunidade de desenvolver a empatia. Essa disposição em continuar em crescimento nos permite nos colarmos no lugar do outro. E, acredito que, dentro de uma unidade hospitalar, isso é fundamental. Aqui a nossa missão mais importante sempre será o paciente”, reforça.

O Hospital Regional de Santarém atende casos de média e alta complexidades e presta serviço 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A unidade atende uma população estimada em mais de 1,1 milhão de pessoas, residentes em 20 municípios do Oeste do Pará. É gerenciado, desde 2008, pela entidade beneficente Pró-Saúde, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Tags

hospital regional de santarem HRBA OPHIR LOYOLA, SAÚDE SESPA

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder