Educação Superior

Audiência Pública discute o novo currículo para Propaganda e Publicidade

Uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa do Estado do Pará discutiu nesta sexta-feira (14.06), no auditório João Batista, as Diretrizes Nacionais Curriculares dos Cursos de Publicidade e Propaganda. A Audiência foi uma iniciativa do deputado Miro Sanova (PDT), formado na área.

A reunião transcorreu como sendo um grande bate papo onde os presentes, formados principalmente por professores, alunos e profissionais do mercado da publicidade e propaganda, puderam expor suas opiniões.

“Queríamos com a discussão saber o que os envolvidos pensam, esperam, querem, ou gostariam que os novos cursos de publicidade e propaganda apresentem nos seus currículos em novas diretrizes a serem adotadas pelo Ministério da Educação e Cultura”, explicou Luiz Cezar Santos, professor doutor da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal do Pará.

Santos é professor ainda do Programa de Pós Graduação, Comunicação, Cultura e Amazônia da UFPa; representante da Região Norte na Subcomissão do MEC para as Novas Diretrizes Curriculares dos Cursos de Publicidade e Propaganda, nomeado por portaria e diretor norte da Associação Brasileira dos Pesquisadores em Publicidade e Propaganda. Ele atuou na audiência como coordenador, tendo a colaboração de Marcelo Leite, professor universitário e coordenador da Assessoria de Comunicação Parlamentar do gabinete do Deputado Miro Sanova.

“Cada região no país está fazendo a sua audiência, cada reunião irá produzir um documento que vai ser enviado para a Comissão da qual faço parte, para depois elaborar um documento final que será encaminhado ao MEC, para aprovação das novas diretrizes dos cursos”, explicou o professor Santos.

A reunião usou uma metodologia e ocorreram rodadas de debates a partir de quatro tópicos principais. Qual é o perfil do egresso profissional de propaganda e marketing? Quais as habilidade e as competências para esse novo perfil? As bases para essa formação, o como pensa-la? E quais as atividades profissionais dentro do mercado?

Para o professor e doutor Otacílio Amaral Filho, diretor do Instituto de Letras e Comunicação da UFPA, só o fato de ter existido a propositura, já é uma contribuição relevante para a discussão pública do assunto. “Até porque a discussão fica mais publica ainda, porque estamos trabalhando com parlamentares, representantes da população, então isso pode repercutir na formulação de projetos ou na repercussão do debate junto à própria sociedade”, pontuou.

Otacílio fez diversas intervenções ressaltando o papel das novas atividades exercidas, a partir das atividades fundadoras da publicidade e da propaganda. “Elas precisam ser tratadas, tanto do ponto de vista da formação, que é uma coisa vital para agilizar a forma de ocupação do mercado, como o próprio mercado, discutindo as atividades, e principalmente essas atividades que estão nascendo ou que estão sendo estendidas a partir das novas tecnologias.

Ele ressaltou ainda o debate sobre o comportamento profissional, que é o que a sociedade exige do ponto de vista da democracia, do olhar político em relação ao mercado de trabalho e a atividade que o profissional exerce.

“O fato de propor uma Audiência Pública já é uma contribuição própria e relevante e ela fica mais pública ainda porque estamos trabalhando com os representantes da população, então isso vai repercutir na formulação de projetos ou a discussão repercutindo e saindo para a própria sociedade”

Ao final do evento, três personalidades da publicidade e da propagada paraense foram homenageados com o Diploma Mestres da Propaganda Paraense, em uma homenagem especial promovida pelo Poder Legislativo do Estado do Pará, deferida pelo presidente, deputado Dr. Daniel Santos, proposto pelo deputado autor da audiência, deputado Miro Sanova.

José Severo Souza, da Norte Comunicação; Oswaldo Mendes, da Mendes Comunicação; e Abílio Couceiro. Este último foi representado pelos filhos, Abílio Filho, Pedro e Roberta Couceiro.

Oswaldo Mendes subiu à tribuna do auditório João Batista para agradecer a homenagem e a distinção, e lembrou sua presença como redator de debates na Assembleia Legislativa do Estado do Pará, quando ainda funcionava no Palácio Antônio Lemos, atual Prefeitura Municipal de Belém. “Escrevia a ata na máquina datilográfica e uma funcionaria passava para o livro à mão”, lembrou, informando ainda que fez parte do grupo que acompanhou o deputado Cléo Bernardo, do PSB.

Já José Severo Souza, da Norte Comunicação, relatou aos presentes sobre as origens da propaganda e da publicidade, contando diversos “causos”, desde a época do ex-governador Magalhães Barata e pontuou sobre a evolução do ofício no Estado. “Foi duro, fomos precursores para fazer, e hoje em dia a propaganda no Estado do Pará é uma das mais evoluídas do Brasil”, avaliou.

Ao final, emocionado, Severo demonstrou seu orgulho por todos os seus três filhos terem abraçado o mesmo campo profissional, incluindo a sua primeira esposa falecida e por ter contribuído com essa construção.

 

Tags

audienciapublica destaque

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder